O DISPOSITIVO JORNALÍSTICO E OS DISCURSOS TRANS: UMA ANÁLISE DA FOLHA DE SÃO PAULO

Atílio Butturi Jr., Denise Ayres D'Avila

Resumo


Este trabalho tem como ojetivo problematizar a produção dos discursos sobre os discursos trans veiculados na mídia brasileira, a partir de uma análise que parte dos debates foucaultianos e das discussões de gênero e transfeminismo hodiernas. O corpus é composto de textos informativos on-line (publicados entre 1º de agosto de 2014 e 3 de outubro de 2014), da versão diária do jornal Folha de São Paulo e que versam, de maneiras distintas, sobre aspectos do discurso “trans”. A hipótese a ser defendida é a de que, não obstante os deslocamentos empreendidos pelos discursos de gênero e pelo transfeminismo, permanecem nos discursos da Folha enunciados de normalização e enunciados de naturalização na produção de textos sobre o  acontecimento trans.


Palavras-chave


trans; dispositivo; discurso; mídia; produção de gênero

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.21165/gel.v14i1.1469

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.