Por uma Terminografia Pedagógica

Guilherme Fromm

Resumo


O objetivo deste trabalho é, em primeiro lugar, apresentar o campo da Terminografia Pedagógica, mostrando suas possíveis bases teóricas e metodológicas, a importância da Linguística de Corpus neste tipo de trabalho, além de alguns exemplos de pesquisa advindos de um ambiente de gerenciamento terminográfico e sua respectiva página de visualização. Como resultado, apresento minha proposta para o que considero elementos fundamentais para o desenvolvimento e consecução de uma Terminografia Pedagógica.


Palavras-chave


terminografia pedagógica; linguística de corpus; aprendizagem; ambiente de gerenciamento terminográfico.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, G. M. B.; CORREIA, M. Terminologia. 2008. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/gtlex/. Acesso em: 14 set. 2019.

BARBOSA, M. A. Dicionário, vocabulário, glossário: concepções. In: ALVES, I. M. (org.). A constituição da normalização terminológica no Brasil. 2. ed. São Paulo: FFLCH/CITRAT, 2001.

BARBOSA, M. A. Terminodidática: recortes epistemológicos e funções pedagógicas. Acta Semiotica et Lingvistica, João Pessoa, v. 14, n. 1, p. 58-71, 2009.

BARBOSA, M. A. Para uma etno-terminologia: recortes epistemológicos. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 58, n. 2, p. 48-51, jun. 2006. Disponível em: https://bit.ly/2MnsNgC. Acesso em: 14 set. 2019.

BARBOSA, M. A. A terminologia e o ensino da metalinguagem técnico-científica. In: ISQUERDO, A. N.; KRIEGER, M. da G. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. v. II. Campo Grande: Ed. UFMS, 2004.

BERBER SARDINHA, A. Lingüística de corpus. Barueri: Manole, 2004.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Com direito à palavra: dicionários em sala de aula. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2012.

CABRÉ, M. T. Hacia una teoría comunicativa de la terminología: aspectos metodológicos. In: CABRÉ, M. T. La Terminologia: representación y comunicación. Barcelona: IULA, 2000. p. 129-150.

CABRÉ, M. T.; ESTOPÀ, R.; FREIXA, J. Lengua y léxico. In: ESTOPÀ, R. (coord.). Hablamos de lengua con niños y niñas. Barcelona: Editorial Graó, 2006.

CARNEIRO, R. M. O. Discurso literário de fantasia infantojuvenil: proposta de descrição terminológica direcionada por corpus. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18082. Acesso em: 14 set. 2019.

DARÉ-VARGAS, M. Lexicografia Pedagógica. Domínios de Lingu@gem, v. 12, n. 4, p. 1934-1949, jan. 2019. DOI: https://doi.org/10.14393/DL36-v12n4a2018-2. Acesso em: 14 set. 2019.

FINATTO, M. J. B. A experiência de elaboração do dicionário de Linguística da Enunciação. In: ISQUERDO, A. N.; BARROS, L. A. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. v. V. Campo Grande: Ed. UFMS, 2010.

FROMM, G. Proposta para um modelo de glossário de informática para tradutores. 2002. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Linguística Geral) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2002.

FROMM, G. VoTec: a construção de vocabulários eletrônicos para aprendizes de tradução. 2007. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

FROMM, G. Ficção, Tradução, Terminografia e Linguística de Corpus: confluências. In: XIII Simpósio Nacional de Letras e Linguística e III Simpósio Internacional de Letras e Linguística, 2011, Uberlândia. Anais do SILEL, Uberlândia, v. 2, n. 2, EDUFU, 2011.

HOUAISS, A. Houaiss eletrônico. Objetiva, 2009.

ILARI, R. Introdução ao estudo do léxico – brincando com as palavras. 2. ed. São Paulo: Contexto, 2003.

LAFACE, A. Definição de vocabulário terminológico no universo acadêmico: reflexões didático-pedagógicas. In: OLIVEIRA, A. M. P. P. de; ISQUERDO, A. N. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. 2. ed. Campo Grande: Ed. UFMS, 2001.

KRIEGER, M. G.; FINATTO, M. J. B. Introdução à terminologia: teoria e prática. São Paulo: Contexto, 2004.

OLIVEIRA, A. M. P. P. de; ISQUERDO, A. N. (org.). As ciências do léxico: lexicologia, lexicografia, terminologia. 2. ed. Campo Grande: Ed. UFMS, 2001.

PEIXOTO, L. M. O Corpus of English Language Videos: uma nova ferramenta de corpus on-line para aprendizagem direcionada por dados. 2016. Dissertação (Mestrado em Estudos Linguísticos) – Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2016. Disponível em: https://repositorio.ufu.br/handle/123456789/18315. Acesso em: 15 set. 2019.

TAGNIN, S. E. O. Corpora: o que são e para que servem. Minicurso. São Paulo, 2004. Disponível em: http://comet.fflch.usp.br/sites/comet.fflch.usp.br/files/u30/Lexicografia_2004.pdf. Acesso em: 14 set. 2019.

TAGNIN, S. E. O. Glossário de Linguística de Corpus. In: TAGNIN, S. E. O.; VIANA, V. (org.). Corpora no ensino de línguas estrangeiras. São Paulo: Hub Editorial, 2010.

TEIXEIRA, E. D. A lingüística de corpus a serviço do tradutor: proposta de um dicionário de culinária voltado para a produção textual. 2008. Tese (Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008. DOI:10.11606/T.8.2008.tde-16022009-141747. Acesso em: 14 set. 2019.

WILKENS, R. et alii. Ambientes web de gestão terminológica para criação de produtos terminológicos online. Debate Terminológico, n. 8, p. 16-22, jun. 2012. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/riterm/article/view/29877/18474. Acesso em: 31 jan. 2014.

ZAVAGLIA, C.; WELKER, H. Lexicologia. 2008. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/gtlex/. Acesso em: 14 set. 2019.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v49i2.2637

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)