Base definicional e ficha terminológica: etapas semiautomatizadas que auxiliam na elaboração de definições terminológicas

Mirella Balestero, Clotilde Murakawa

Resumo


Com o advento da Informática, as pesquisas em Terminologia passaram a ser otimizadas, tornando mais rápida a obtenção dos resultados, das análises e dos produtos terminológicos. Por meio de tarefas semiautomatizadas, a execução de um trabalho terminológico pode auxiliar atividades que vão desde a elaboração do corpus até a elaboração de definições terminológicas, podendo gerar um glossário. Por conta disso, o objetivo, neste trabalho, é apresentar as etapas de elaboração da ficha terminológica e do incremento da base definicional, que são responsáveis, respectivamente, pelo registro das informações referentes a determinado termo e pelo registro de excertos definitórios cujos traços semânticos apresentam a descrição do conceito. As atividades foram sistematizadas no e-Termos e auxiliaram a elaboração das definições terminológicas dos termos da Revisão de Textos.

Palavras-chave


etapas semiautomatizadas; ferramentas computacionais; definições terminológicas; e-Termos.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, G. M. B. Fazer Terminologia é fazer Linguística. In: PERNA, C. L.; DELGADO, H. K.; FINATTO, M. J. (org.). Linguagens especializadas em Corpora: modos de dizer e interfaces de pesquisa. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2010. p. 72-90.

ALMEIDA, G. M. B.; SOUZA, D. S. L. de; PINO, D. H. P. A definição nos dicionários especializados: proposta metodológica. RITerm - Debate terminológico, n. 3, p. 1-20, jan. 2007. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/riterm/article/view/23812/13814. Acesso em: 02 ago. 2019.

ALMEIDA, G. M. B.; OLIVEIRA, L. H. M. de; ALUÍSIO, S. M. A Terminologia na era da Informática. Ciência e Cultura, Campinas, v. 58, n. 2, p. 42-45, 2006. Disponível em: https://bit.ly/300e8QH. Acesso em: 12 abr. 2019.

BALESTERO, M. S. Definições terminológicas da Revisão de Textos: estudos iniciais para a elaboração de um glossário. 2019. Dissertação (Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa) - Faculdade de Ciências e Letras, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Araraquara, 2019.

BALESTERO, M. S.; ALMEIDA, G. M. B; PIEROZZI JUNIOR, I. Quando o especialista de domínio e as novas tecnologias entram em cena: impactos na definição terminológica. Linguasagem, São Carlos: v. 30, n. 1, p. 1-27, 2019. Disponível em: https://bit.ly/2XdXFq4. Acesso em: 03 jun. 2019.

CABRÉ, M. T. La terminología: teoria, metodologia, aplicaciones. Barcelona: Editorial Antártida; Empúries, 1993.

CABRÉ, M. T. La terminología: representación y comunicación – elementos para una teoria de base comunicativa y outros artículos. Barcelona: Institut Universitari de Lingüistica Aplicada, 1999.

DOMÉNECH, E. V. Patrones de la definición terminológica en el ámbito de la cerámica. Una contribución a la automatización de las definiciones. Castelló de la Plana. 2014. Tese (Doutorado em Linguística) – Universitat Jaume I, Castelló de la Plana, 2014.

FINATTO, M. J. B. Definição terminológica: fundamentos teórico-metodológicos para sua descrição e explicação. 2001. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) – Instituto de Letras, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2001.

OLIVEIRA, L. H. M. de. e-Termos: um ambiente colaborativo web de gestão terminológica. 2009. Tese (Doutorado em Ciências da Computação e Matemática Computacional) – Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009. Disponível em: https://bit.ly/36G8ODb. Acesso em: 07 ago. 2019.

PAVEL, S.; NOLET, D. Manual de Terminologia. Tradução Enilde Faulstich. [S.l.]: 2006.

SAGER, J. C. Curso práctico sobre el procesamiento de la terminología. Tradução Laura C. Moya. Madrid: Fundación Germán Sánchez Ruipérez/Pirámide, 1993.

TERMCAT, Centro de Terminologia. La definició terminològica. Vic: Eumo Editorial, 2009.

WÜSTER, E. Introducción a la teoría general de la terminología y a la lexicografía terminológica. Tradução Anne-Céceli Nokerman. Barcelona: Universitat Pompeu Fabra, 1998.




DOI: https://doi.org/10.21165/el.v49i2.2572

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978)